COMO AS MARCAS DE ESTRIAS SE DESENVOLVEM

Estrias ocorrem quando a pele é anormalmente esticada e expandida por um período de tempo.
Não parece haver qualquer ligação com a etnia: todas as raças podem ser afetadas. Como é uma condição amplamente aflitiva, não há escassez de demanda por produtos para tratá-las, mas o que realmente funciona?
Muitos profissionais de saúde, principalmente ligados à área dermatológica, costumam dizer que ‘estria’ é um fator ligado à hereditariedade. O que isto significa? Significa que se sua mãe ou algum familiar desenvolveu estrias em algum lugar do corpo, você corre o risco de também desenvolvê-las.
Mas a estória não é bem esta. A melhor explicação que encontrei até agora se deve à má absorção de nutrientes e à falta de probióticos (micro-organismos vivos) que melhoram a saúde do intestino facilitando a digestão e a absorção de minerais e vitaminas. Portanto é uma questão quase completamente de âmbito nutricional.
Alguns nutrientes específicos como vitamina A, vitamina E, Ômega 3, vitamina C, zinco e alguns macro sais minerais precisam estar armazenados em seu sangue em uma quantidade ideal para suprir tanto a formação dos hormônios durante a puberdade, como para suprir o desenvolvimento do feto na mulher grávida e proteger a pele da barriga, ou ainda na fase de crescimento do adolescente onde o organismo requer constantemente nutrientes básicos para as fibras, tendões e músculos e mesmo aqueles que fazem academia e procuram desenvolver a musculatura de seus bíceps. Todas estas atividades demandam que se forneça ao organismo uma dose proporcional de todos estes nutrientes assim evitando a formação de estrias.
Durante a puberdade, gravidez, alterações de pêso, os níveis elevados de hormônios chamados glicocorticóides são produzidos pelas glândulas supra-renais “, diz Zoe Diana Draelos, professora consultora de dermatologia da Duke University na Carolina do Norte. “Estes hormônios são os que podem causar o rompimento do colágeno e fibras de elastina quando a pele é esticada. “O ganho de pêso em si não é a causa das estrias mas ele promove as alterações hormonais que as causam.”
Condições de saúde subjacentes que podem provocar estrias
Às vezes, as estrias podem estar relacionadas à condições raras ou síndromes, como a síndrome de Cushing e a síndrome de Marfan.

  • Síndrome de Cushing : 10 em cada um milhão de pessoas podem desenvolver um adenoma da glândula pituitária, o qual faz o corpo crescer em exagero (ocorre devido ao aumento da produção do hormônio cortisol, que é considerado o causador das estrias).
  • Síndrome de Marfan é causada por um gene defeituoso (mutação genética) que promove o demasiado crescimento dos ossos dos braços e pernas e complicações nos vasos sanguíneos e sistema circulatório reduzindo a elasticidade da pele e produzindo uma série de outros sintomas. Na síndrome de Marfan, as estrias podem ocorrer nos ombros, quadris e parte inferior das costas.

Corticosteróides
Em casos raros, as estrias podem se desenvolver após o uso prolongado ou inapropriado de corticosteróides, como cremes ou loções usadas para tratar doenças da pele, incluindo eczema.
Os corticosteróides funcionam de forma semelhante ao hormônio cortisol. Eles podem ajudar a aliviar as condições inflamatórias da pele, mas, como o cortisol, eles também podem reduzir a quantidade de colágeno em sua pele.
O colágeno é uma proteína que ajuda a manter sua pele elástica. Quanto menos colágeno houver na sua pele, mais provável é que você desenvolva estrias.
Ao usar um creme ou loção de corticosteróide, siga as instruções do fabricante sobre como e onde aplicá-lo. A face, virilha e axilas são áreas particularmente sensíveis. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

stretch-marks
Como as marcas de estiramento se desenvolvem

A derme contém fibras fortes e interligadas que permitem que sua pele se estique enquanto seu corpo cresce. No entanto, o crescimento rápido pode fazer com que a pele fique sobre-esticada permitindo que as fibras se quebrem.
O rompimento permite que os vasos sanguíneos abaixo da pele fiquem visíveis, de uma coloração vermelha ou roxa quando aparecem pela primeira vez, mas podem ser cor-de-rosa, marrom-avermelhado ou marrom escuro, dependendo da cor da pele..
Antes que as marcas de estiramento apareçam, a pele afetada torna-se fina, aplainada e rosada e pode-se sentir uma coceira.

À medida que as linhas ficam mais planas, elas vão começar a desaparecer e mudar para uma cor branca ou prateada. Elas normalmente se tornam menos visíveis ao longo do tempo, embora este processo às vezes pode levar anos.
Os estiramentos podem ocorrer em qualquer lugar onde a pele tenha sido esticada, mas eles geralmente afetam áreas onde a gordura fica armazenada, tais como:
Barriga (abdómen)
Seios
braços superiores
nádegas
coxas
Ombros (em culturistas)
Cerca de 90% das mulheres irão obtê-las algum tempo após o sexto ou sétimo mês de gravidez, de acôrdo com a Academia Americana de Dermatologia.
O melhor momento para tratar as marcas, diz a Dra. Zoe Draelos, é enquanto elas ainda estão nesse estágio avermelhado.
Cremes feitos com uma mistura de extratos à base de ácido hialurônico e óleos essenciais específicos podem ajudar a amenizar as estrias.

creme-estrias

Coisas menos conhecidas que podem fazer com que você desenvolva estrias

  • Café e álcool : – eles removem minerais de seu corpo, portanto modere seu consumo e faça uso de um multivitamínico.
    Antibióticos e medicamentos: – destroem as boas bactérias necessárias para a absorção de nutrientes.
    Faça uso de probióticos e enzimas digestivas.
  • O estresse crônico : – favorece o aumento de cortisol e afina a camada interna do estômago (necessária para o processo de absorção), portanto utilize multivitaminas (direcionadas para redução do estresse), probióticos e faça exercícios para relaxamento.
  • Diarréia e anorexia / bulimia : – não recebendo nutrientes necessários para produzir colágeno e elastina o organismo formará estrias. Faça uso de probióticos e nutrição adequada.

Alguns tratamentos estéticos podem atenuar as estrias mas não garantem total desaparecimento das mesmas : Cirurgia plástica, Laser, abrasão microdermal, micro-agulhamento Derma-roller, Carboxiterapia, Peeling TCA (ácido Tricloro acético) e outros.
É amplamente conhecido que a aparência física pode afetar as emoções, positivamente ou negativamente. Infelizmente, as estrias muitas vezes afetam negativamente a vida de alguém. Elas podem causar estresse, diminuir a auto-estima, e até mesmo causar depressão. Em alguns casos, as pessoas vão evitar certas atividades, como ir à praia, se isso significa expôr publicamente suas estrias.

Os adolescentes especialmente têm muitas dificuldades com estrias. Os anos da adolescência refletem um período cheio de mudanças e de maior auto-consciência, onde as alterações hormonais podem resultar em estrias e com isso, a depressão.
A melhor forma de evitar estes transtornos é seguindo uma dieta balanceada que supra todas as suas necessidades nutricionais com alimentos verdadeiros evitando ao máximo produtos alimentícios artificiais com milhares de aditivos químicos, corantes, aromatizantes, conservantes, acidulantes, estabilizantes, espessantes que podem engordar!

 

Matéria Selecionada, compilada e traduzida por Rama Shakti
Referências: “Cosmetics and Dermatologic Problems and Solutions, Third Edition”
Livro de Zoe Diana Draelos
“How to get rid of ugly stretch marks (Como se livrar das marcas feias de estrias)”
Livro de Tony Nguyen

Leia sobre a importância do Iodo / Lugol  

Anúncios