Frituras e as inflamações

 

 

A inflamação é a principal causa de muitas doenças. Onde começa isso? O que causa inflamaçào?

_ A vida causa inflamação. A segunda lei da termodinâmica diz que tudo se dissolve e se decompõe ao longo do tempo. Esta é uma lei da física é a segunda lei da termodinâmica. As montanhas se tornarão pó, o ferro se tornará ferrugem. Tudo está se decompondo o tempo todo e a mesma coisa acontece no corpo humano. Uma coisa interessante é que o corpo humano tem um departamento de polícia conhecido como sistema imunológico e também tem um departamento de incêndio, o qual ninguém fala quase nada. Este é o sistema que possui habilidade de apagar o fogo das inflamações e é o que enfrentamos uma boa parte da vida. Por exemplo, você caminha pela rua e está respirando monóxido de carbono dos canos de escape dos automóveis. Monóxido de carbono entra dentro do corpo e cria a formação de uma coisa diferente dentro organismo que chamamos de ‘radical livre’. O radical livre é um átomo de oxigênio que perdeu um elétron e quando o átomo de oxigênio perde um elétron ele ‘gruda’ em qualquer coisa, é como se fosse um tipo de “vélcro metabólico”. E quando o óxigênio ‘gruda’ em alguma coisa esta coisa se tornará oxidada.
E quando algo se torna oxidado ele é praticamente destruído. É assim que o ferro torna-se ferrugem. Portanto, danos oxidativos dentro do corpo é o principal fator causador de inflamação. Porém, se o organismo estiver propriamente nutrido ele pode administrar o stress oxidativo que você adquiri caminhando na poluição da rua, mas se o organismo não estiver nutrido, é como se você chama-se o bombeiro para te ajudar apagar o fogo mas quando ele tenta abrir a mangueira ele descobre que não tem água. Se não houver água não tem jeito de apagar o fogo. Se o organismo não tem os nutrientes essenciais, o departamento de incêndio não poderá trabalhar, portanto uma inflamação normal que faz parte da rotina da vida pode se tornar uma coisa mais séria. Há duas coisas que são necessárias conhecer sobre este assunto:

λ
1) Precisamos auxiliar o departamento dos bombeiros do corpo, podemos fazer isso com 90 nutrientes essenciais, especialmente selênio. Selênio é extremamente importante, bem como todo conceito nutritivo de anti-oxidantes. É neste contexto que os anti-oxidantes são muito relevantes. Os anti-oxidantes são como a água que o departamento dos bombeiros utiliza. Por isso consumir alimentos, bebidas e suprimentos nutricionais com alto teor anti-oxidativos são muito importantes para a saúde do corpo humano.

λ

2) Além de dar ao corpo a matéria prima para os bombeiros que vão apagar o fogo, seria muito prudente da nossa parte evitar ficar expostos à determinadas condições do meio ambiente que causam inflamação e criam radicais livres. Alguns dos maiores causadores de radicais livres são “frituras”. Óleo refinado, hidrogenado, na garrafa plástica e transparente. O que isto significa? Óleo de soja, óleo de algodão, óleo de amendoim, óleo de gira-sol, óleo de canola, óleo de milho e até óleo de oliva se a garrafa for transparente porque será oxidado pela luz além de que óleo de oliva barato é misturado com óleos vegetaisrefinados, como o de soja. Óleo na salada, oxida-se ainda mais rápido e quando você consumir alguma coisa oxidada você terá radicais livres em seu corpo, portanto comer salada regada com óleo de garrafas plásticas e transparentes é como se encher de radicais livres. Se você fritar a comida, então piorou!!! A Gordura Vegetal Hidrogenada, ou simplesmente GVH, um curioso insumo industrial que praticamente se encontra em todos os alimentos embalados que você compra em um supermercado, incluindo os pães de balcão. Esse produto faz parte do seleto grupo de ingredientes, quase universais, que aditiva nossas comidas e bebidas, como o flúor, a lecitina de soja, glutamato monossódico (GMS), e os adoçantes artificiais (aspartame, ciclamato, sacarina etc.). É quase impossível se livrar dessas coisas, absolutamente artificiais, inexistentes na natureza, e que só compõe nossos alimentos por ação industrial.

λ
Nos Estados Unidos foi feito um mapa de expectativa de vida da população, município por município. A região do país com a menor expectativa de vida é a região sul.
Porque isto? Eles têm a mesma educação, têm a mesma água, o mesmo sistema de esgôto, as mesmas medicações, os mesmos planos de saúde, os mesmos hospitais, tudo é igual com excessão de uma coisa. No sul “fritura” é uma religião. Eles comem mais frituras do que em qualquer outra parte do país. Quando você é um consumista de frituras você enche seu organismo de frituras, seu corpo não têm a matéria prima para apagar o fogo e assim seu corpo decai rapidamente. Por este motivo as pessoas do sul possuem a menor expectativa de vida dos Estados Unidos e muito poucos sabem disso.

λ

 tabela fruta 1

Evidências têm sido acumuladas indicando que uma dieta rica em antioxidantes reduz os riscos das principais
doenças humanas. A produção de uma grande quantidade de radicais livres pode causar danos e morte celular. Os danos ao DNA causados pelos radicais livres também desempenham um papel importante nos processos de mutagênese e carcinogênese.
Os antioxidantes são capazes de interceptar os radicais livres gerados pelo metabolismo celular ou por fontes exógenas, impedindo o ataque sobre os lipídeos, os aminoácidos das proteínas, a dupla ligação dos ácidos graxos poli-insaturados e as bases do DNA, evitando a formação de lesões e perda da integridade celular. Os antioxidantes obtidos da dieta, tais como as vitaminas C, E e A, os flavonóides e carotenóides são extremamente importantes na intercepção dos radicais livres.
λ
Outro mecanismo de proteção é o reparo das lesões causadas pelos radicais. Esse processo está relacionado com a remoção de danos da molécula de DNA e a reconstituição das membranas celulares danificadas.
λ
Em algumas situações pode ocorrer uma adaptação do organismo em resposta a geração desses radicais com o aumento da síntese de enzimas antioxidants. Os organismos eucariotos possuem enzimas antioxidantes como a superóxido dismutase, a catalase e a glutationa peroxidase que reagem com os compostos oxidantes e protegem as células e os tecidos do estresse oxidativo. Em adição aos efeitos protetores dos antioxidantes da alimentação, a inclusão de antioxidantes suplementares na dieta é de grande importância. O efeito cooperativo entre as vitaminas C e E é freqüentemente mencionado na literatura, mostrando que a interação dessas vitaminas é efetiva na inibição da peroxidação dos lipídeos da membrana e na proteção do DNA.

λ

A importância e o consumo de frutas e vegetais está relacionado com a diminuição do risco do desenvolvimento de doenças associadas ao acúmulo de radicais livres. As vitaminas C, E e o β-caroteno são consideradas excelentes antioxidantes, capazes de seqüestrar os radicais livres com grande eficiência. O uso de medicamentos, o tabagismo, as condições nutricionais, o consumo de álcool, a poluição do ar e outros fatores podem diminuir os níveis de antioxidantes celulares. As defesas
antioxidantes do organismo podem ser restabelecidas com dietas apropriadas e suplementos vitamínicos.
O ácido elágico, encontrado principalmente na uva, morango e nozes, tem sido efetivo na prevenção do desenvolvimento de doenças degenerativas como o câncer .

λ
A curcumina, um composto fenólico usado como corante de alimentos, é um antioxidante natural derivado da cúrcuma (Curcuma longa) que tem sido extensivamente investigado. A curcumina seqüestra os radicais livres e inibe a peroxidação lipídica, agindo na proteção celular das macromoléculas celulares, incluindo o DNA. As enzimas antioxidantes, dependentes de selênio e zinco, que antagonizam esse processo estão em níveis baixos nas células tumorais.

Ômega 3 é um ácido graxo que participa da composição da membrana celular e pode modificar a resposta imune e inflamatória. É uma rica fonte energética, pois fornecem em torno de nove quilocalorias (kcal) por grama oxidada pelo processo da beta-oxidação mitocondrial. Fontes abundantes de ômega 3 são sementes de linhaça e Chia.

λ

Matéria selecionada, compilada e traduzida por Rama Shakti

MAIS INFORMAÇÕES ESCREVA PARA : ramashakti@gmail.com

LEIA SOBRE: Doenças auto-imunes relacionadas com a Sindrome do Intestino Irritável

Esclerose Múltipla é Intoxicação: https://greateacher.wordpress.com/multipla-esclerose-e-intoxicacao/
referências:

Ebel JG Jr, Eckerlin RH, Maylin GA, Gutenmann WH, Lisk DJ. Polychlorinated
Biphenyls and p,p’-DDE in Encapsulated Fish Oil Supplements. Nutr Rept Int
1987;36:413-7.Elson CO. Genes, microbes, and T cells–new therapeutic targets in Crohn’s disease. N Engl J Med. 2002;346(8):614-6.
Endres S, Lorenz R, Loeschke K. Lipid treatment of inflammatory bowel
disease. Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 1999;2(2):117-20.
Food and Nutrition Information Center. Dietary Reference Intakes:
Macronutrients. Disponível em:
http://www.iom.edu/Object.File/Master/7/300/0.pdf. Acessado em 28/11/2005.
Gebauer SK, Psota TL, Harris WS, Kris-Etherton PM. n-3 fatty acid dietary
recommendations and food sources to achieve essentiality and cardiovascular
benefits. Am. J. Clin. Nutr. 2006 Jun;83(6 Suppl):1526S-1535S.
Grimminger F, Mayser P, Papavassilis C, et al. A double-blind, randomized, placebo-
controlled trial of n-3 fatty acid based lipid infusion in acute, extended
guttate psoriasis. Rapid improvement of clinical manifestations.
Nordoy A, Bonaa KH, Sandset PM, Hansen JB, Nilsen . Effect of omega-3
fatty acids and simvastatin on hemostatic risk factors and postprandial hyperlipemia in patients with combined hyperlipemia.

Anúncios

2 opiniões sobre “Frituras e as inflamações”

  1. excelente

  2. Odacir Jose Nicacio disse:

    Artigo cuidadoso na forma de apontar o que é necessário para um corpo humano sadio.Linguagem simples e motivadora. Obrigado e a medida que as pessoas vão sendo beneficiadas por estes ensinamentos, o seu autor receberá como retorno uma vida longa e sadia também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s