TEMPERO PRONTO E GLUTAMATO

Gutamato Monossódico é agente causador de doenças

O ratinho branco à esquerda recebeu GLUTAMATO MONOSSÓDICO  em sua alimentação (provocando retenção de líquidos).

image

Os temperos artificiais usados na cozinha comum são responsáveis pela incidência crescente de “doenças silenciosas”. Um tablete ou uma porção de tempero pronto significa a ingestão de 25% até 74% da quantidade diária de sódio recomendada para uma dieta saudável (de duas mil calorias). Além do excesso de sódio, há uma alta concentração de glutamato monossódico (MSG), um aditivo químico que realça o sabor. É altamente tóxico para os neurônios por inibir a absorção de glicose por parte de células cerebrais, podendo causar danos cerebrais que resultam em déficit de atenção, Alzheimer e Parkinson. O excesso do consumo de sódio pode levar o organismo a reter líquidos comprometendo a eliminação de toxinas, disfunção renal, alteração na absorção de nutrientes, cefaleia (dor de cabeça) e alteração da pressão arterial. Além disso, o MSG pode até triplicar a quantidade de insulina produzida pelo pâncreas levando a um estado de pré-diabetes. As complicações em longo prazo relacionadas ao consumo de glutamato monossódico são obesidade, depressão, enxaquecas crônicas e lesões oculares. Assim, o ideal é optar pelos temperos frescos sempre! Ou se preferir você pode criar seu próprio tempero, congelando ervas naturais imersas em azeite bom ou óleo de côco ou manteiga em formas de cubos de gêlo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s